Our Blog

Tesouro de BresaPara começar bem a semana, hoje o nosso post não vai tratar sobre marketing digital. Iremos através de um “historinha” mostrar para você o poder do conhecimento na vida das pessoas.

Leia o “Tesouro de Bresa” e inspire-se para começar a semana com muito gás para aprender!

Enedim, um pobre e modesto alfaiate que vivia na Babilônia, era homem inteligente e trabalhador, e tinha a esperança de um dia ser muito rico. Mas, como um simples alfaiate faria para se tornar tão rico? Um dia, parou na porta de sua humilde casa um velho mercador da Fenícia, que vendia uma infinidade de objetos extravagantes, entre eles um livro, que despertou a curiosidade de Enedim. O livro escrito em caracteres estranhos e desconhecidos era uma preciosidade, segundo o mercador, e custava “apenas” três dinares.

Como 3 dinares era muito dinheiro para o alfaiate, o mercador concordou em vender o livro por 2 dinares. Após um tempo examinando o livro, Enedim decifrou na primeira página a seguinte legenda: “O segredo do tesouro de Bresa”. Enedim, que era um homem inteligente já tinha ouvido falar de tal tesouro, mas não se lembrava nem onde, nem quando. Após mais estudo, decifrou a seguinte frase:  “O tesouro de Bresa, enterrado pelo gênio do mesmo nome entre as montanhas do Harbatol, foi ali esquecido, e ali se acha ainda, até que algum homem esforçado venha encontrá-lo”. A frase despertou um grande interesse por parte de Enedim que começou a estudar os hieróglifos egípcios, a língua dos gregos, os dialetos persas e o idioma dos judeus, para decifrar as primeiras páginas do livro. Em função disso, ao final de três anos Enedim deixara a profissão de alfaiate e passara a ser o intérprete do rei, pois não havia na região ninguém que soubesse tantos idiomas estrangeiros.

Passou a ganhar mais e a viver em uma confortável casa.

As páginas seguinte, se encontravam cheias de cálculos, o que levou Enedim a estudar matemática, já que ele tinha como objetivo alcançar o “Tesouro de Bresa” e ficar muito rico. Por isso, em pouco tempo, tornou-se grande conhecedor das transformações aritméticas. Graças aos novos conhecimentos, calculou, desenhou e construiu uma grande ponte sobre o rio Eufrates, o que fez com que o rei o nomeasse prefeito.

Para dar prosseguimento à leitura, Enedim estudou profundamente as leis, cultura e princípios de seu país, sendo nomeado primeiro-ministro daquele reino, em decorrência de seu vasto conhecimento.

Passou a viver em suntuoso palácio e recebia visitas dos príncipes mais ricos e poderosos do mundo.

Em função ao conhecimento e trabalho de Enedim, o reino progrediu rapidamente, trazendo riquezas e alegria para todo seu povo.

Porém, apesar de ter lido e relido diversas vezes cada página do livro, Enedim, ainda não tinha encontrado o misterioso “Tesouro de Bresa”.

Tesouro de BresaAté que um dia, teve a oportunidade de questionar um sábio sacerdote a respeito daquele mistério, que sorrindo esclareceu:
- O “tesouro de Bresa” já está em seu poder, pois graças ao livro você adquiriu grande saber, que lhe proporcionou os invejáveis bens que possui. Afinal, Bresa é apenas um trocadilho para a palavra “saber”!

Moral da história: estude, se informe, leia, converse! A internet coloca ao alcance de todos muito conhecimento. Vá atrás do seu tesouro de bresa e garanta e garanta a base forte e duradoura para tudo o que você fizer. 


Graziella BeHertzog

Então, o que você acha?